Quem é o morador da tua casa espiritual.

Posted on 27/04/2011

0


Resumo da 21ª. Reunião com adolescentes e pré-adolescentes São Paulo, Domingo, 17/04/11

Nossa principal leitura bíblica, assim como as demais foi feita pelo Natanael,

em Lamentações Atos 2:38

 

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;

A inspiração que recebemos para esta Escolinha , foi fazer uma analogia (comparação) entre o ato do Batismo nas águas e a assinatura de um “contrato”.
Para isto, estudamos o significado e a origem do termo “batismo” , que quer dizer “iniciação religiosa”; a origem da palavra é grega: “baptas” que eram os pertencentes a uma seita que tinha por hábito tomar um banho de purificação antes de cultuarem suas divindades.

Vimos no texto bíblico que o batismo pode ser comparado a um contrato pois envolve duas partes : o homem e Deus.
Esse contrato apenas pede que nos arrependamos e nos batizemos e nos garante o perdão de nossos pecados e o dom do Espírito Santo.
Usamos a Mensagem: O Poderoso Deus Desvelado Perante Nós – 2ª. Parte do par. 6 , onde o Profeta fala sobre os imigrantes chineses que, quando chegaram aos EUA eram donos de lavanderias e rasgavam um papel ao meio para identificarem os donos das roupas .Nesta mesma mensagem o ir. Branham diz que Jesus foi rasgado ao meio na cruz para que nós, através do Espírito Santo, tivéssemos nossa parte no “contrato” com Deus.

O entrevistado do dia foi nosso irmão dr. Adilson Pinheiro, advogado atuante, e sua esposa ir. Raquel, também formada em Direito, que trabalha numa Vara da Família em Guarulhos.


O ir. Adilson respondeu à várias perguntas sobre o que é um contrato, sob as obrigações das partes envolvidas, sobre os diversos tipos de contratos, inclusive o contrato nupcial e as conseqüências de sua ruptura, ou seja, o divórcio.

A ir. Raquel também nos falou sobre sua experiência em presenciar o desamparo de muitas crianças, cujas mães precisam recorrer à Lei para lhes garantir o mínimo sustento por parte dos pais.
Os adolescentes fizeram várias perguntas, sobre: como reconhecer a veracidade de um contrato, sobre partilha de bens, guarda de crianças, pensão alimentícia, nos surpreendendo pelo interesse e profundidade das perguntas.

Após as perguntas entramos no tema propriamente dito, usando as escrituras de Lucas 11:23 Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta espalha.
24 Quando o espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, buscando repouso; e, não o achando, diz: Tornarei para minha casa, de onde saí.
25 E, chegando, acha-a varrida e adornada.26 Então, vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele; e, entrando, habitam ali; e
o último estado desse homem é pior do que o primeiro.

Usamos também várias passagens de Mensagens do ir. Branham para responder às seguintes perguntas:
a) O que é conversão ?
Aprendemos que é mudar de direção

b) Como posso saber quem está morando em minha casa espiritual ?

Leitura das Mensagens: O Nome de Jesus – Pf. 161
É Sua Vida Digna do Evangelho? Pf. 152
A Igreja e Sua Condição – Pf. 70 e 93

Através destas leituras, aprendemos que : o que lemos, o que ouvimos, com quem nos associamos, mostram que tipo de espírito mora em nós.

c) O que fazer para manter minha casa espiritual habitada por Deus ?

Leitura da Mensagem: Torre de Babel – Pfs. 83,84

Leitura Bíblica: Tiago:4

Aprendemos que nossa parte no contrato com Deus, para mantê-lo morando em nós, requer que apenas demos lugar a Ele e procuremos, com sinceridade de coração, nos ocupar das coisas de Deus, renunciando as coisas do mundo.

Os adolescentes já batizados foram ensinados a buscar a Deus, para que sua casa espiritual seja preenchida por Ele, e não pelo maligno.
Aqueles que ainda não foram batizados, foram advertidos quanto à importância desse passo, pois, a partir do Batismo, o inimigo tem ainda maior interesse em nos fazer negar a Jesus.

Após os estudos, fizemos um minuto de silêncio pelas famílias das crianças que foram assassinadas na Escola em Realengo, no Rio de Janeiro e falamos sobre o valor da oportunidade que temos em continuarmos vivos, para servir a Deus e escolher o caminho da salvação.

Em seguida, tivemos um breve período de oração, no qual todos os adolescentes se ajoelharam e todos oramos, pedindo a Deus que nos ajude a dar a Deus o primeiro lugar em nossas vidas, pois Ele está ansioso por cumprir Sua parte no contrato: nos dar o Espírito Santo.

Toda a classe agradeceu pela valiosa participação do simpático casal: ir. Adilson e ir. Raquel.

Após a distribuição de chocolates, como uma singela lembrancinha pela Páscoa que se aproxima, oramos e nos despedimos, esperando nos reunir novamente em Maio, se Deus permitir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Posted in: Pequenas Aguias