O que influencia a minha vida?

Posted on 18/09/2011

0


 

Resumo da 24ª. Reunião com
adolescentes e pré-adolescentes
São Paulo, Domingo, 28/08/11

Esta escola reuniu 43 adolescentes e pré-adolescentes e, atendendo à 2 das sugestões que recebemos em nossa “caixinha de sugestões”, abordamos 2 temas:

1) jovens impacientes;
2) inveja;

Iniciamos recaptulando o tema da Escolinha anterior, que foi Geração “N”, que identifica o tipo de jovens que acham que não precisam se esforçar para nada e merecem recompensa, por tudo .

Vimos que a questão da “geração narcisista” está muito ligada à impaciência do jovem, pois os meios de comunicação procuram impor um padrão a ser seguido por todos, gerando a auto-ilusão de perfeccionismo que a sociedade atual alimenta , que nada tem de real, pois todos querem ser populares, bonitos, e se inspiram nas figuras apresentadas pela mídia em geral, e vão se distanciando da realidade, tornando-se jovens iludidos e despreparados para as dificuldades da
vida.

Vimos que o narcisista não se ama verdadeiramente. Ele é aquele que não se relaciona com ninguém a não ser com a sua própria imagem, e a tecnologia contribui muito para esse “isolamento”, pois cresce o número de “relacionamentos virtuais”, que atrapalham o desenvolvimento emocional sadio, e até mesmo a segurança do jovem que se expõe à essa aventura.

É necessário que o jovem se relacione com boas companhias, no mundo real, para aprender a entender e aceitar as diferenças, aprendendo com elas, já que o próprio Deus fez as pessoas com gostos e maneiras diferentes, mas que nosso padrão de comportamento deve estar baseado na Palavra de Deus.

O mau uso do tempo e da energia do jovem tem atrasado seu amadurecimento pois os jovens não estão aprendendo a lidar com as frustrações, quando alguma coisa não sai esperam, ou quando recebem uma crítica, por isso muitos se refugiam nas drogas ou se tornam violentos. “FRUSTRAÇÃO MAL DIGERIDA = AMIGA DA INVEJA”

Conta a lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vaga-lume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir.

Fugiu um dia e ela não desistia. Dois dias, e nada…

No terceiro dia, já sem forças, o vaga-lume parou e disse à cobra:

– Posso lhe fazer três perguntas?

– Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, podes perguntar…

– Pertenço a tua cadeia alimentar?

Não.

– Eu te fiz algum mal?

– Não.

– Então, por que você queres acabar comigo?

– Porque não suporto ver-te brilhar…

Vimos ainda que o comportamento moderno está mais para robôs do que para humanos. O estilo moderno de vida fez o homem dependente de “botões”, com o objetivo de que tudo aconteça rapidamente, e perca a graça rapidamente também… O PROGRESSO GEROU A IMPACIÊNCIA.

Assim como os músculos e a força física aumentam quanto mais os exercitamos, as virtudes também.

Concluímos que, tudo aquilo que não exercitamos, tende a diminuir, atrofiar, como as virtudes da PACIÊNCIA, COMPREENSÃO, AMOR PRÓPRIO, AMOR AO PRÓXIMO E AMOR A DEUS.

Como lição de casa, os adolescentes haviam lido a Mensagem “Desde Então”, especialmente do parágrafo 86 a0 104 (Como atrair boas amizades e sofrer boas influências) e sobre esta mensagem foram sorteadas entre meninos e meninas 16 perguntas, o que impolgou muito a classe.

Nos despedimos, esperando nos encontrar novamente, se Deus permitir.

Posted in: Pequenas Aguias